top of page

 

​"... pão ou pães,

é questão de opiniães."

​Guimarães Rosa

E foi por causa dos pães que veio a Companhia da Rosa.
Na época eu queria muita gente experimentando, saboreando meu pão integral com um fermento especial, feito em casa, à moda antiga, me fazendo sentir que pertenço a este mundo e às mulheres que me criaram.

 

A idéia de compartilhar o pão é muito antiga dentro da gente, ela venceu minha rabujice natural, quanto mais gente experimentava o pão, eu me sentia bem! Porque além de ser pão, era um fermento que trata do estômago e intestino, um pão que não deixa a gente estufada depois de comer. Acabei aprendendo a fazer meu próprio fermento, uma tecnologia da idade da pedra.

           A   MESA

 

O jornal dobrado

sobre a mesa simples;

a toalha limpa,

a louça branca

 

e fresca como o pão.

 

A laranja verde:

tua paisagem sempre,

teu ar livre, sol de

tuas praias; clara

 

e fresca como o pão.

 

A faca que aparou

teu lápis gasto;

teu primeiro livro

cuja capa é branca

 

e fresca como o pão.

 

E o verso nascido

de tua mão viva,

de teu sonho extinto,

ainda leve, quente

 

e fresco como o pão.

 

                   João Cabral

pão  ou  pães...?

Sobre a fermentação natural:

“A fermentação láctea, onde se guarda parte da massa como fermento era usada com pequenas variações por nossos antepassados egípcios, israelitas, na época Greco romana e até poucos séculos atrás era a única forma de se fazer pão. Somente há uns 200 anos é que se conhece a fermentação com levedura de cerveja, ou fermento químico. A diferença básica é que a fermentação láctea resulta da decomposição do amido em dextrina e ácido lático, com desprendimento de CO2. E na fermentação com levedura de cerveja, o amido resulta em dextrina e álcool, com desprendimento de CO2. O ácido lático é uma substância que se forma como produto natural catabólico no organismo (por ex., qualquer esforço natural onde é queimado o glicogênio), sendo reintegrado no processo de anabolismo celular e hepático. É usado em dietas terapêuticas e nos dá ligação com a terra, sensação de força terrestre, segurança, ao passo que o álcool, por não fazer parte do organismo humano, não pode ser aproveitado em nosso anabolismo."


                                                                                                                             Novos Caminhos de Alimentação, de  Gudrun Burkhard 



Este pão, integral, natural, ecológico e dinossáurico pode ser feito inclusive no inverno, pois não depende da temperatura para crescer. É claro que no calor cresce muito mais rápido, mas a massa não estraga se ficar fermentando, coisa que não acontece com o fermento químico. Também pode ter muitos sabores, de acordo com o gosto do freguês!

bottom of page